Meio ambiente e estratégia
Possibilitando a transição ambiental

Território sustentável

O planejamento territorial está no centro dos desafios contemporâneos do desenvolvimento sustentável. Tradicionalmente representado pelo seu espectro econômico, ele deve hoje se posicionar também em aspectos sociais e do meio ambiente.

Nos 30 últimos anos, o planejamento territorial conheceu uma dupla evolução: uma decentralização estratégica dedicando a capacidade de criação e de implementação das ferramentas de planejamento a comunidades territoriais (ligada em particular à lei Defferre que se refere a uma redistribuição dos poderes entre o Estado e as coletividades locais para uma melhor eficiência da ação pública e o desenvolvimento de uma democracia local) assim como um aprofundamento crescente dos desafios ambientais, traduzido pela multiplicação das ferramentas de planejamento dedicadas (PADD, PRQA, PCET, SRCAE) e a ecologização das ferramentas já existentes (DTADD, PLU etc.).

Os desafios atuais em termos de clima, qualidade do ar, biodiversidade, gestão dos resíduos e outros assuntos ambientais, é que há uma necessidade de recompor os meios urbanos e rurais e repensar sua articulação e complementaridade. Este movimento deve acompanhar-se de uma redinamizarão econômica, capitalizando as oportunidades oferecidas pela transição energética e ambiental.

O planejamento entra no centro desses desafios: ao nível nacional e regional, ele intervém sob um ângulo estratégico para fixar os objetivos e condições gerais de conduta das políticas públicas; ao nível local faz sentido operacionalmente e intervém como um incentivo para acompanhar a comunidade no seu papel de catalizador de ações.

Nossa expertise em termos de planejamento territorial organiza-se em torno de quatro abordagens chaves e complementárias : o planejamento ambiental, a observação territorial, a avaliação ambiental, o acompanhamento à implementação de projetos territoriais.

Boris Bailly é a referência do polo território sustentável.

Planejamento ambiental

Uma multiplicidade de ferramentas de planejamento estão disponíveis para as comunidades para proteger seus interesses ambientais enquanto documentos estratégicos e operacionais mais setoriais, como os documentos de urbanismo, integram de maneira crescente e transversal as questões ambientais.

Da construção de uma visão estratégica e compartilhada para o território à elaboração de um plano de ações operacionais, a I Care & Consult acompanha o planejamento ambiental e transmite as chaves da passagem à ação local, verdadeiro desafio para as comunidades.

Observação territorial

A observação é hoje um elemento indispensável à toda política de desenvolvimento sustentável das comunidades. Ela permite, em particular, determinar os desafios prioritários, definir planos de ações adaptados e relevantes e conciliar os objetivos de redução às diferentes escalas do território.

Este movimento está acompanhado de uma demanda forte de ferramentas operacionais e de metodologias relativas à observação da energia, do clima, dos resíduos ou também mais recentemente da biodiversidade.

Nossa expertise assim como o nosso know-how em acompanhamento de observatórios ambientais nos permitem guiar, reunir e coordenar os atores do território em torno da produção de dados locais e da comunicação dessa informação.

Avaliação ambiental

A avaliação ambiental busca integrar o mais anteriormente possível os desafios ambientais nas políticas públicas em favor de uma abordagem do desenvolvimento sustentável do território. Ela analisa o estado inicial do meio ambiente e os efeitos (positivos ou negativos) das ações consideradas sobre este, e recomenda as medidas de acompanhamento para evitar, reduzir ou compensar os efeitos negativos sobre o meio ambiente e a saúde pública.

A I Care & Consult acompanha a avaliação ambiental das políticas públicas não apenas na posterior avaliação dos impactos , mas em uma avaliação integrada à sua elaboração. Ela deve, efetivamente, constituir uma ferramenta de apoio à decisão de quem prepara e acompanha a construção da política pública.

Implementação de projetos territoriais

O acompanhamento dos territórios à implementação de sua estratégia e plano de ações é hoje uma etapa essencial para passar à ação ao nível local.

A assistência de gerenciamento de projetos em atividades operacionais inclui não somente o suporte em termos de conhecimentos e ferramentas para a implementação, mas também as atividades de aculturação dos atores, de compartilhamento da abordagem, de animação de rede, de seguimento e de capitalização dos ensinos e das boas práticas.

A I Care & Consult garante este acompanhamento territorial durante a implementação operacional do conjunto dos planejamentos ambientais e no âmbito das abordagens inovadoras de tipo Territórios à Energia Positiva (TEPOS) e Territórios à Energia Positiva para o Crescimento Verde (TEPCV).

início da pagina