Meio ambiente e estratégia
Possibilitando a transição ambiental

Território sustentável

O planejamento territorial está no centro dos desafios contemporâneos do desenvolvimento sustentável. Tradicionalmente representado pelo seu espectro econômico, ele deve hoje se posicionar também em aspectos sociais e do meio ambiente.

Nos 30 últimos anos, o planejamento territorial conheceu uma dupla evolução: uma decentralização estratégica dedicando a capacidade de criação e de implementação das ferramentas de planejamento a comunidades territoriais (ligada em particular à lei Defferre que se refere a uma redistribuição dos poderes entre o Estado e as coletividades locais para uma melhor eficiência da ação pública e o desenvolvimento de uma democracia local) assim como um aprofundamento crescente dos desafios ambientais, traduzido pela multiplicação das ferramentas de planejamento dedicadas (PADD, PRQA, PCET, SRCAE) e a ecologização das ferramentas já existentes (DTADD, PLU etc.).

Os desafios atuais em termos de clima, qualidade do ar, biodiversidade, gestão dos resíduos e outros assuntos ambientais, é que há uma necessidade de recompor os meios urbanos e rurais e repensar sua articulação e complementaridade. Este movimento deve acompanhar-se de uma redinamizarão econômica, capitalizando as oportunidades oferecidas pela transição energética e ambiental.

O planejamento entra no centro desses desafios: ao nível nacional e regional, ele intervém sob um ângulo estratégico para fixar os objetivos e condições gerais de conduta das políticas públicas; ao nível local faz sentido operacionalmente e intervém como um incentivo para acompanhar a comunidade no seu papel de catalizador de ações.

Nossa expertise em termos de planejamento territorial organiza-se em torno de quatro abordagens chaves e complementárias : o planejamento ambiental, a observação territorial, a avaliação ambiental, o acompanhamento à implementação de projetos territoriais.

Boris Bailly é a referência do polo território sustentável.

Planejamento ambiental

Uma multiplicidade de ferramentas de planejamento estão disponíveis para as comunidades para proteger seus interesses ambientais enquanto documentos estratégicos e operacionais mais setoriais, como os documentos de urbanismo, integram de maneira crescente e transversal as questões ambientais.

Da construção de uma visão estratégica e compartilhada para o território à elaboração de um plano de ações operacionais, a I Care & Consult acompanha o planejamento ambiental e transmite as chaves da passagem à ação local, verdadeiro desafio para as comunidades.

Referências
Acompanhamento de 25 territórios na implementação da abordagem Climat Pratic
Assistência ao gerenciamento de obras para o Plano Clima Energia Territorial do Pays d’Arles
Acompanhamento de 3 cidades tunisinas 3 cidade marroquinas na realização de seu inventário de referência das emissões e a redação de seu plano de ações para as energias sustentáveis

Observação territorial

A observação é hoje um elemento indispensável à toda política de desenvolvimento sustentável das comunidades. Ela permite, em particular, determinar os desafios prioritários, definir planos de ações adaptados e relevantes e conciliar os objetivos de redução às diferentes escalas do território.

Este movimento está acompanhado de uma demanda forte de ferramentas operacionais e de metodologias relativas à observação da energia, do clima, dos resíduos ou também mais recentemente da biodiversidade.

Nossa expertise assim como o nosso know-how em acompanhamento de observatórios ambientais nos permitem guiar, reunir e coordenar os atores do território em torno da produção de dados locais e da comunicação dessa informação.

Referências
Criação do Observatório regional da Energia e dos GEE (OREGES) da Córsega, desenvolvimento da ferramenta software asociada ao contexto Corsa
Reorganização do Observatório Regional da Energia PACA
Implementação de um índice de vulnerabilidade municipal às mudanças climáticas para as 853 cidades do Estado do Minas Gerais no Brasil

Avaliação ambiental

A avaliação ambiental busca integrar o mais anteriormente possível os desafios ambientais nas políticas públicas em favor de uma abordagem do desenvolvimento sustentável do território. Ela analisa o estado inicial do meio ambiente e os efeitos (positivos ou negativos) das ações consideradas sobre este, e recomenda as medidas de acompanhamento para evitar, reduzir ou compensar os efeitos negativos sobre o meio ambiente e a saúde pública.

A I Care & Consult acompanha a avaliação ambiental das políticas públicas não apenas na posterior avaliação dos impactos , mas em uma avaliação integrada à sua elaboração. Ela deve, efetivamente, constituir uma ferramenta de apoio à decisão de quem prepara e acompanha a construção da política pública.

Referências
Avaliação Ambiental do Contrato de Desenvolvimento Territorial de Paris-Saclay Território Sur
Construção de uma ferramenta de seguimento-avaliação ar energia das ações do Plano Ar Clima Energia Regional (PACER) da Haute Normandie no âmbito de sua elaboração
Implementação de indicadores e de um dispositivo de seguimento-avaliação no âmbito da elaboração do Plano Clima Energia Territorial do Minas Gerais no Brasil (cooperação descentralizada Nord-Pas-de-Calais)

Implementação de projetos territoriais

O acompanhamento dos territórios à implementação de sua estratégia e plano de ações é hoje uma etapa essencial para passar à ação ao nível local.

A assistência de gerenciamento de projetos em atividades operacionais inclui não somente o suporte em termos de conhecimentos e ferramentas para a implementação, mas também as atividades de aculturação dos atores, de compartilhamento da abordagem, de animação de rede, de seguimento e de capitalização dos ensinos e das boas práticas.

A I Care & Consult garante este acompanhamento territorial durante a implementação operacional do conjunto dos planejamentos ambientais e no âmbito das abordagens inovadoras de tipo Territórios à Energia Positiva (TEPOS) e Territórios à Energia Positiva para o Crescimento Verde (TEPCV).

Referências
Animação da rede PACA-Clima e mutualização dos territórios comprometidos nas abordagens de Plano Clima Energia Territorial
Concepção e animação de workshops prospectivos para os representatntes eleitos sobre a transição energética
Assistência ao gerenciamento de obras da cooperação técnica ligada ao Programa de apoio aos investimentos das colectividades locais do Estdao do Minas Gerais presentando um cobeneficio na área da luta contra as mudanças climáticas (linha de crédito AFD-BDMG)
início da pagina